Qual comprar: lâmpada LED ou fluorescente?

Entenda as vantagens e desvantagens dos dois tipos de lâmpadas

A iluminação é parte importante da decoração da casa, além de garantir o bom funcionamento das tarefas e a circulação das pessoas. Pode ser natural, aproveitando a luz do sol que entra pela janela, ou artificial, com lâmpadas.

Quando o cômodo permanece escuro, é indicado comprar luminária para aumentar a luminosidade. Você pode colocá-la ao lado do computador, do sofá ou da cama, por exemplo.

lâmpada LED ou fluorescente

Ainda assim, quando se fala nas lâmpadas usadas na casa, o que é melhor, LED ou fluorescente? Entenda as vantagens e desvantagens de ambas.

Vantagens da lâmpada de LED

A lâmpada de LED é bivolt, podendo ser instalada em residências com tensão tanto de 110V quanto de 220V. Assim, durante a compra você não tem risco de errar e trazer a voltagem errada para casa.

Sua durabilidade também é maior, uma das mais altas em comparação com outras lâmpadas, o que significa menos trocas ao longo do tempo. Ela também consome menos energia e libera menos calor, ou seja, mantém o conforto térmico no ambiente.

Desvantagens da lâmpada de LED

A principal desvantagem da lâmpada de LED é o preço, mais elevado em comparação ao de outros modelos. Colocá-las em todos os cômodos da casa pode pesar no bolso inicialmente. Ainda assim, se considerar as vantagens acima citadas, ela teria boa relação custo-benefício.

A segunda desvantagem envolve o ângulo de abertura menor, o que dificulta iluminar um ambiente amplo, sendo necessário colocar mais lâmpadas em um mesmo espaço.

Vantagens da lâmpada fluorescente

Em comparação às lâmpadas halógenas e incandescentes, as fluorescentes iluminam mais e consomem menos energia. A economia fica em aproximadamente 75%, contra 90% no caso das lâmpadas LED. 

Além disso, permitem iluminar com facilidade grandes ambientes e têm preço mediano. Com isso, um único espaço pode contar com uma (ou duas, se for amplo) lâmpadas fluorescentes, quando precisaria de mais se fossem de LED.

Desvantagens da lâmpada fluorescente

Quanto às desvantagens, as principais delas envolvem a vida útil, menor que as de LED, mas ainda assim superior às incandescentes. O descarte também é complicado, pois não podem ser jogadas no lixo reciclável ou comum, uma vez que contêm mercúrio em sua composição. 

Outra questão envolve a emissão, mesmo em pequena quantidade, de raios UV, prejudiciais para a pele e para as plantas. Assim, não é recomendado mantê-las em cômodos nos quais vá permanecer acesa por muito tempo.

Qual das duas comprar

Se tomar as lâmpadas incandescentes e halógenas como base, tanto as de LED quanto as fluorescentes são mais vantajosas. Inclusive, como você viu acima, com economia de 90% (LED) e 75% (fluorescentes), em comparação às duas primeiras. 

Para escolher a mais vantajosa na hora da compra é preciso considerar alguns fatores, listados abaixo.

Local a ser iluminado

Você pretende colocar a lâmpada em um abajur ou luminária? O local a ser iluminado é grande ou pequeno? Essas são duas perguntas importantes a serem respondidas antes de ir às compras. 

Abajures e luminárias podem ficar melhor com lâmpadas LED; por outro lado, ambientes amplos ganham melhor luminosidade com as fluorescentes.

Quantidade de lâmpadas

Quantas lâmpadas serão necessárias em um mesmo espaço? Como você viu anteriormente, o custo das LED é mais elevado em comparação com as fluorescentes, porém, sua duração é maior.

Veja exatamente a quantidade e analise o que vale mais a pena, até porque, por mais que tenha preço mais alto, a duração das lâmpadas LED é maior.

Tempo que permanecerão acesas

O tempo de uso também influencia na escolha das lâmpadas. Como você viu, as fluorescentes emitem, mesmo em pequena quantidade, raios UV. Assim, não são indicadas para longos períodos acesas diretamente sobre as pessoas. 

As de LED, por outro lado, além de garantir a economia de energia, seriam mais indicadas, até mesmo por causa de sua duração maior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.